HOW TO SHOP

1 Login or create new account.
2 Review your order.
3 Payment & FREE shipment

If you still have problems, please let us know, by sending an email to support@website.com . Thank you!

SHOWROOM HOURS

Mon-Fri 9:00AM - 6:00AM
Sat - 9:00AM-5:00PM
Sundays by appointment only!

OFICINAS

Ementa: Oficina vivencial sobre a aplicação de práticas integrativas em saúde, conforme a Portaria nº 849/2017 do Ministério da Saúde, que podem ser realizadas em local de trabalho para promoção do bem-estar das pessoas. Segundo estudos de Sara Lazar, da Escola de Medicina de Harvard, a meditação pode, literalmente, mudar seu cérebro por meio de práticas de meditação e atenção plena. Serão abordados os princípios básicos do yoga, e oferecidos, demonstrados e praticados ásanas (posturas psicofísicas) e pranayamas (exercícios respiratórios), adequados à proposta do congresso. As danças do sagrado feminino possibilitam o resgate da sabedoria feminina e das tradições culturais, através do movimento, da música que promovem uma interconexão entre os participantes do grupo e a tomada de consciência. Segundo Prema Dasara, a Dança Mandala das 21 Preces de Tara, e o canto das preces direcionam os participantes para o significado essencial e a ação psicológica mais profunda. Todas as práticas propostas nessa oficina são, tradicionalmente, reconhecidas como técnicas que promovem o bem-estar dos indivíduos, abrangendo os aspectos psicológicos, biológicos e sociais. Como recursos complementares de cuidado da saúde, podem ser replicadas em ambiente de trabalho e favorecem a busca do desenvolvimento do corpo, mente e alma. Serão apresentadas as seguintes vivências: - Prática de Yoga - Prática de meditação ativa. - Danças do Sagrado Feminino. - Compartilhamento do grupo de participantes.
Ministrantes:Adriana Oliveira Mendes; Maíra Oliveira de Almeida Nobre
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 01 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar tapetes para yoga.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 200

Ementa: A oficina tem por objetivo apresentar uma síntese teórica e vivencial de duas perspectivas distintas de compreender o corpo humano e suas dimensões – a Yoga e a Psicologia Somática. Ambas oferecem recursos de cuidado tendo como horizonte uma integralidade do ser. A tradição do Yoga remonta cerca de cinco mil anos, período pré védico da Índia clássica, em uma sucessiva tradição de mestres e discípulos chegando ao ocidente no século XIX inicialmente através de Vivekananda e se popularizou com a abordagem físico-energética do Hata Yoga – uma de suas principais modalidades. A Yoga engloba movimentos e posturas psicofísicas (asanas), técnicas de respiração e domínio da bioenergia (pranayama), reeducação dos sentidos (pratyahara), contemplação (dharana) e mediatação (dhyana). Tal abordagem visão a autorealização do ser (Samadhi). A Psicologia Somática teve início com o trabalho do médico e psicanalista dissidente Wilhelm Reich na década de 20 e 30 do século passado. Posteriormente muitos de seus alunos construíram novas abordagens para o trabalho mente-corpo, a exemplo de Alexander Lowen com a Análise Bioenergética. O trabalho psicocorporal enfatiza a noção couraça e de tensões crônicas focando em regiões do corpo mais susceptíveis ao retesamento energético, seus exercícios corporais tem um foco na expressividade compreendendo que ao longo da existência os sujeitos foram tolhidos em suas emoções. As emoções por sua vez, são compreendidas como uma expressão qualitativa do organismo e a medida que são negadas, rejeitadas ou reprimidas produzem sofrimento. Com base em diferentes conceitos e visões de humano, ambas se aproximam quando buscam uma noção de unidade mente-corpo (consciência), compreendem uma capacidade orgânica de pacificação, utilizam do trabalho corporal e de técnicas de respiração para expandir a energia vital. Com base em um diálogo expositivo e trabalhos corporais iremos aprofundar as diferenças e aproximações entre as duas perspectivas. A proposta visa oferecer um campo de experimentação das noções abordadas cuja finalidade convida a expansão de consciência alinhada a uma perspectiva de saúde integral.
Ministrantes:Alexandre Franca Barreto; João José de Santana Borges
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 02 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar colchonete ou tapete.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 197

Ementa: Mindfulness (atenção plena) é um estado psicológico associado à capacidade de estar atento intencionalmente ao que surge no momento presente, sem julgar ou interpretar a experiência, através de uma atitude de gentileza, curiosidade e aceitação. As evidências atuais sugerem que este estado psicológico pode ser treinado a partir de uma intervenção baseada em mindfulness (IBM), com benefícios para estresse, ansiedade, depressão e dor e doença crônica. A IBM se insere nos novos modelos de atenção à saúde no SUS que subsidiam planos de cuidado integral e em rede para os portadores de doenças crônicas e definem diretrizes que incorporam modelos de assistência multiprofissionais, interdisciplinares e multifacetados em sua implementação. O objetivo desta oficina é apresentar uma IBM de oito semanas que integra elementos do protocolo internacional chamado Redução de Estresse Baseado em Mindfulness (Mindfulness-based stress reduction) através de vivências das principais técnicas formais e informais e conceitos aplicados ao manejo do estresse na vida pessoal e profissional dos participantes. O seguinte conteúdo programático será discutido: 1. Estado da arte – aspectos históricos e conceituais; evidências científicas; principais programas e público-alvo; 2. Pesquisas com mindfulness na atenção à saúde no Brasil; 3. Aplicação da IBM : conceitos e técnicas de cada semana. De forma sucinta, será vivenciado cada semana do programa com os seguintes temas: piloto automático; consciência corporal; atenção plena e movimentos conscientes; atenção plena nos pensamentos; atenção plena nas emoções; compaixão e autogentileza; atividades revigorantes; como prosseguir praticando. Espera-se que esta oficina sensibilize os participantes (alunos, gestores, profissionais de saúde) a investirem no autocuidado, autoconhecimento e empoderamento de si próprios e a perceberem a necessidades de abordagens simples, efetivas e viáveis que lidem com o bem-estar físico, mental e emocional dos usuários da assistência pública à saúde.
Ministrante: Áthila Campos Girão
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 03 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar esteira, tapete ou toalha.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 197

Ementa: experiências e histórias dos participantes com os temas práticas integrativas, educação popular em saúde e saúde dos homens; Concepção de práticas integrativas e educação popular em saúde, construção social de masculinidades e saúde dos homens. Objetivos: Evidenciar as experiências dos participantes com os temas práticas integrativas, educação popular em saúde e saúde dos homens; E contribuir com a produção de bases teóricas e metodológicas sobre práticas integrativas, construção social das masculinidades e saúde dos homens no SUS. Metodologia: a) Acolhimento e integração dos participantes; b) Produção textual; c) Dramatização; d) Sistematização das discussões.
Ministrante: José Carlos da Silva
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 04 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 199

Ementa: A oficina tem por finalidade apresentar princípios teóricos e conceituais que fundamentam a musicoterapia, destacando sua potência enquanto prática integrativa e complementar para promover a saúde no contexto da atenção primária. A temática é relevante considerando recente Portaria do Ministério da Saúde, que legitimou o registro das sessões de musicoterapia no serviço público, dando maior visibilidade a esta prática, sendo importante divulgá-la entre os profissionais de saúde. Pretende-se apresentar as possibilidades da musicoterapia na promoção da saúde e prevenção de agravos, e suas especificidades na realização do processo musicoterápico, bem como os limites e possibilidades de utilização da música como recurso por profissionais sem formação em musicoterapia, tendo em vista a importância da interdisciplinaridade nas práticas integrativas e complementares. Pauta-se em estudos que demonstram os efeitos da música na saúde, reduzindo níveis de ansiedade, dor, estresse, depressão, melhora o sono e a qualidade de vida promovendo satisfação, bem-estar, emoções positivas, vínculo, sensibilização, comunicação empática e interação grupal4. Serão compartilhadas experiências de atendimento musicoterápico, individuais e grupais, desenvolvidos na atenção básica, evidenciando as possibilidades de inserção da musicoterapia nos serviços municipais de saúde. A oficina também proporcionará aos participantes algumas experiências musicais5 promovendo a sensibilização sobre a potencialidade da musicoterapia para o cuidado integral de indivíduos e grupos. Como produto os participantes serão convidados a propor estratégias assistenciais utilizando a música em atividades que possam contribuir para a promoção da saúde em seus locais de trabalho.
MinistranteS: Leila Brito Bergold; Roseane Vargas Rohr; Mariana Oselame.
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 05 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 197

Ementa: Essa oficina convida os participantes a mergulhar no mundo dos exercicios terapeuticos do Qi Gong da Medicina Tradicional Chinesa e da Aromaterapia para identificar sofrimentos e marcas de sofrimentos no corpo e na alma e descobrir recursos internos e externos para encontrar possibilidades e novos horizontes
Ministrantes: Louisa Huber; Nancy Ribeiro
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 06 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem estar vestidos confortavelmente e que levar um colchonete.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 200

Ementa: O uso de recursos artísticos com finalidades terapêuticas começou a ser incentivado no início do século XIX, pelo médico alemão Johann Christian Reil, contemporâneo de Pinel. Este profissional estabeleceu um protocolo terapêutico, com finalidade de cura psiquiátrica onde incluiu o uso de desenhos, sons, textos para estabelecimento de uma comunicação com conteúdos internos. Estudos posteriores traçaram relações entre Arte e Psiquiatria. Carl Jung também utilizou o recurso da arte aplicado à Psicopatologia, passando a trabalhar com o fazer artístico, em forma de atividade criativa e integradora da personalidade. A arteterapia é um método baseado no uso de várias formas de expressão artística com uma finalidade terapêutica. Atualmente, a arteterapia não está mais restrita aos consultórios, revelando-se um valioso instrumento para intervenções também nas áreas da Psicologia social, escolar, organizacional, da saúde e hospitalar. É uma ferramenta que amplia as possibilidades de expressão, indo além da abordagem tradicional, que é baseada na linguagem verbal.
Ministrantes: Viviani Duarte Acioli; Marcia Elisa Fraga; Liziana Simões Ferreira
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 07 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 197

Ementa: Nos propomos a trazer para a roda possibilidades de criação e expressão artística como prática integrativa de cuidado em saúde mental. Trazemos aos participantes, um momento de consciência do corpo e das emoções, além da produção criativa através da escrita poética e expressiva. Através de vivencias com expressão corporal, relaxamento, massagem e danças, vamos abrindo o campo para a escrita criativa através de poesias. Visamos provocar uma discussão reflexiva a cerca das possibilidades da arte no cuidado em saúde mental. Com base nas oficinas terapêuticas que são realizadas no Centro de Atenção Psicossocial (CAPSII) de Currais Novos, propomos criar um espaço de protagonismo e expressividade para os sujeitos. Esta oficina é um convite a experimentação de uma prática diferenciada de cuidado em saúde mental por se tratar, de um instrumento de cuidado estratégico na saúde através da subjetivação e re-significação das emoções, pensamentos e sensações. Lançaremos mão de metodologias participativas, partindo dos pressupostos da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no SUS. Uma perspectiva que amplia o cuidado e ultrapassa o modelo tradicional de saúde através de uma abordagem centrada no sujeito, enfatizando o protagonismo, a autonomia e a liberdade de expressão de ser. De tal modo, a oficina está ancorada em uma visão de inclusão da arte na saúde que “ultrapassa fronteiras culturais, ao possibilitar diálogos entre modos de ser e de sentir, de viver e de sonhar a vida!” (LINHARES, 2009, p.44). Através da memória corporal abrimos espaço para que experiências, ideias e sentimentos possam ser acessados. Na produção criativa de poesia, esses registros de vida são compartilhados e resignificados, sendo a poesia: “um modo de imitar, de representar a realidade. Uma realidade que pode partir do mundo que vemos mas também do mundo que sentimos, lembramos, ou no qual desejamos viver” (Brink, 2008, p.82).
Ministrantes: Renata Cristina Dantas da Silva; Paula E. Batista; Iára Fernandes de Souza
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 08 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 198

Ementa: A Ayurveda pode ser traduzida como a ciência da vida e constitui-se como um dos métodos de cura e prevenção de doenças. Considerada como a Medicina Tradicional da Índia ela incorpora nos seus princípios filosóficos uma abordagem integral do ser humano. A massagem Ayurvédica é uma técnica que conjuga os conhecimentos da medicina, o uso de óleos vegetais medicados, com o uso de trações e alongamentos corporais provindos do yoga. O toque na massagem Ayurvédica proporciona a estimulação de pontos vitais do corpo, da circulação sanguínea, do sistema nervoso e digestivo, eliminando toxinas acumuladas pelos níveis de sobrecarga física e emocional. O objetivo desta oficina é proporcionar uma vivencia de massagem ayurvédica abordando os princípios básicos da massagem, o uso de óleos, as manobras e trações utilizadas. A vivência é condizia a partir da apresentação dos principais benefícios da massagem e sua atuação no campo físico, mental e energético. Em seguida faremos uma abordagem da importância do toque e do simbolismo do corpo dentro da ontológica experiência humana. A parte prática consiste na demonstração do fluxo e das manobras e na reprodução da técnica por parte dos participantes os quais realizarão trocas entre si. Ao final realizamos uma roda de partilha para troca das sensações e sentimentos experimentados e uma avaliação da vivência.
Ministrantes: Éllcio Ricardo de Melo Farias; Luigi Deivson dos Santos
Dia: 12/10/2017 Horário: 09h00 às 12h00 Local: Sala 09 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar tapetes para yoga ou toalha de banho, três toalhas de rosto e roupas de banho, biquíni e sunga de preferência.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 187

Ementa: O objetivo desta oficina é oportunizar a vivência da criação de mandalas e sua utilização para a prática da meditação, visando estimular os participantes a desenvolverem suas próprias experiências artísticas e exercitarem técnicas de meditação no cotidiano. Para tanto, seguiremos o caminho sugerido por Dahlke (2005), que propõe a vivência da mandala como forma de trilhar o labirinto pessoal que conduz à totalidade universal e possibilita acessar a fonte de energia e alegria que existe dentro de nós, uma vez que essa expressão artística é um símbolo presente nas raízes de todas as culturas e na essência de todos os seres humanos. Aprofundando a discussão referente às dimensões energética e vibracional, Fioravanti (2007) afirma que a mandala é um campo de força atuante e dinâmico, capaz de modificar a energia daquilo que suas emanações atingem. Nesse sentido, os participantes da oficina serão convidados a exercitar a criatividade e produzir suas mandalas individuais ou coletivas, realizando um mergulho interior durante todo o processo, tecendo seus caminhos meditativos. Seguindo as sugestões de Ricard (2009), que aponta o uso de representações simbólicas figurativas como uma das opções para cultivar a concentração e a calma mental, utilizaremos as produções dos participantes para a vivência da meditação passiva concentrativa com fixação visual. As mandalas atuarão como artifício de autofocalização ou âncora, conforme a definição operacional de Cardoso (2016). Concluindo a oficina, dialogaremos sobre as impressões pessoais e coletivas das atividades realizadas, refletindo sobre as possibilidades de inclusão das técnicas vivenciadas no cotidiano.
Ministrantes: Lêda Maria de Medeiros Hansen; Frankleide Morais de Matos Mota
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 01 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar tesoura; cola; lápis de cor (cores variadas); canetas hidrocor (cores variadas); giz de cera (cores variadas); lápis grafite; apontador para lápis.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 192

Ementa: A oficina apresenta, de forma breve, a teoria e prática do Sexological Bodywork (Educação Sexual Somática), como desenvolvido por Joseph Kramer, PhD. O Sexological Bodywork é um método de educação sexual desenvolvido na Califórnia que ajuda as pessoas a se conectarem com seus corpos e seu prazer através da prática consciente ao longo do tempo. Com exercícios guiados que envolvem respiração, movimento, atenção focada (mindfulness) e toque consciente, o Sexological Bodywork propõe que os indivíduos e casais são capazes de alcançar “auto-regulação erótica”, ou seja, a capacidade de expandir a sensação de prazer de seus corpos durante o ato sexual. A OMS define Sexualidade como "uma energia que nos motiva a procurar amor, contato, ternura e intimidade; que se integra no modo como nos sentimos, movemos, tocamos e somos tocados; é ser-se sensual e ao mesmo tempo sexual; ela influencia pensamentos, sentimentos, ações e interacções e, por isso, influencia também a nossa saúde física e mental”. Dessa forma, a promoção de uma sexualidade livre, prazerosa e plena, onde os sujeitos que a exercem são capazes de expressar seus sentimentos e desejos de forma afetuosa, clara e desimpedida, é essencial para o desenvolvimento saudável e integral do ser humano. A Oficina será teórico-prática, com uma breve explicação sobre os fundamentos do sexological bodywork, como ele opera no corpo e quais os seus benefícios para a promoção de um desenvolvimento da saúde de forma integral. A parte prática envolverá exercícios de respiração, toque consciente, movimento e vocalizações.
Ministrante: Yuri Kotke Cunha
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 02 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem estar vestidos confortavelmente.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 182


Ministrante: Liamara Chemello; Edithe Inês Tremea
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 03 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 189

Ementa: A Antroposofia na saúde consiste em um sistema médico terapêutico integrativo e complementar com muitas práticas de cuidado baseada na tradição européia. As Terapias Externas consistem em um conjunto de abordagens terapêuticas utilizadas na superfície do corpo com a intenção de mobilizar processos internos de auto-cura e auto-regulação. Esses recursos englobam diferentes tipos de banhos, aplicação de substâncias através da pele, compressas e escalda-pés, entre outras. A proposta da presente oficina é ensinar aos participantes os principais recursos de Terapias Externas e suas indicações em Atenção Primária. A pele é um grande órgão sensório e, apesar de ser também de isolamento entre o mundo externo e o interno, permite que trocas de calor e absorção de substâncias aconteçam. Os escalda-pés, cataplasmas e compressas representam recursos acessíveis de cuidados com a saúde que podem ser mais amplamente utilizados pelos profissionais de saúde e também ensinados à população. Os processos de auto-regulação e recuperação da saúde dependem do calor e da vitalidade – essa última relacionada ao organismo aquoso, segundo essa racionalidade. As Terapias Externas podem representar ferramentas de ativação da vitalidade e restauração do organismo calórico dos pacientes, podendo ser úteis tanto em situações agudas quanto em quadros mais.
Ministrante: Iracema de Almeida Benevides; Vera Lúcia Macedo de Souza; Rosemarie Jungen
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 04 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 193

Ementa: Esta oficina objetiva disponibilizar, durante aproximadamente 2 horas, conhecimentos teóricos tradicionais que permitam aos participantes alcançarem a compreensão dos conceitos essenciais de transcendência do Raja Yoga, à luz dos “Yoga Sutras de Patanjali”, para posteriormente praticarem a meditação. Os Yoga Sutras de Patanjali, compilados cerca de 500 Antes de Cristo, descrevem o Yoga como método de alcance da iluminação, objetivo final do Raja Yoga. Lançando mão de tal escritura tradicional, conceituaremos os bloqueios que os estímulos sensoriais proporcionam ao contato com a real natureza da mente humana. A Parte Prática da oficina, que terá duração de aproximadamente 2 horas, consistirá em exercícios de respiração consciente (pranayamas), posturas de meditação, técnicas de relaxamento e de concentração, sistematizando a prática com intuito de viabilizar autonomia em experiências posteriores aos participantes da oficina.
Ministrantes: Keila Moreira Batista; Leonardo Maurieli Clemente
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 05 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem estar vestidos confortavelmente e levar almofada e tapete.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 197

Ementa: O sistema de Práticas Somaestéticas Integrativas do Corpo Pentelementar (P5INCO) foi criado pelo Prof. Francisco Silva Cavalcante Junior, Ph.D. (UFC). A EISE (Educação de Integração Somaestética) é a primeira fase do sistema P5INCO que objetiva a capacidade imaginativa dos participantes para a vivência das propriedades elementares e de suas plenas expressões no espaço, orientada por um conjunto de práticas somaestéticas integrativas para o corpo pentelementar. A EISE é composta por oficinas dos Cinco Elementos: Terra, Água, Ar, Fogo e Espaço. A EISE do P5INCO visa promover a expressão autêntica de possibilidades de ser, em contato aprofundado consigo e com outros, afetados pelo movimento espontâneo e pulsante da Vida, e encorpando a imaginação dos elementos primordiais da natureza. O sistema P5INCO é um método terapêutico multimodal integrativo centrado na pessoa, e é composto de sete fases interdependentes: Contemplação Elementar, Desmecanização Corporal, Meditação em Movimento, Contato Improvisação, Imaginação Ativa, Círculo de Ressonâncias e Harmonização Coletiva. A EISE do P5INCO faz parte das terapias ofertadas no PRIINTAR - Programa Intensivo Integrativo de Apoio e Revitalização para pessoas que vivem com câncer - um programa de extensão e pesquisa da Faculdade de Medicina da UFC, coordenado pela Profa. Dra. Paola Tôrres. O PRIINTAR integra os projetos coordenados pelo NUMI - Núcleo de Medicina Integrativa - um coletivo formativo transdiciplinar da UFC, fundamentado na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde. O PRIINTAR é realizado desde 2014 gratuitamente no Instituto Roda da Vida, uma ONG filantrópica e a primeira clínica de Medicina Integrativa do Brasil reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e pelo Conselho Nacional de Saúde.
Ministrante: David Brito Chang; Roger Riberio Santos; Thayane Maria Braide de Moraes Cavalcante
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 06 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar esteira, colchonete ou toalha

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 194

Ementa: Esta Oficina se propõe a oferecer vivências com mandalas, tanto como expressões subjetivas, no plano das funções simbólicas de Si mesmo em meditação ativa; quanto como expressões no campo coletivo da natureza e da humanidade. Ao longo da prática vivenciada, iremos abordar alguns aspectos teórico-práticos com base na Psicologia Junguiana, assim como a partir de estudos acerca das Danças Circulares, recentemente já reconhecidas pelo Ministério da Saúde como prática integrativa complementar em saúde. Nesse sentido, considerando-se a concepção de tecnologias leves em saúde apresentadas por Emerson Merhy, entende-se que o trabalho coletivo e de grupo com mandalas vivas das rodas de Danças Circulares, assim como também, o trabalho de produção e desenho de mandalas realizadas individualmente, tratam-se de tecnologias que podem ser ofertadas por diferentes profissionais das equipes de saúde do SUS, no cuidado preventivo de agravos, e mesmo como promoção de saúde no campo da saúde mental na Estratégia Saúde da Família, UBS e também pelo NASF. Desse modo, com práticas integrativas de meditação ativa e danças circulares, podemos ampliar a efetividade da Atenção Primária (APS) no campo da promoção da Saúde Mental.
Ministrante: Shirley Monteiro de Melo
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 07 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar colchonete.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 198

Ementa: A experiência é conduzida partindo do pressuposto que existe uma sabedoria corporal ainda desconhecida devido à valoração do uso da razão com fio condutor da vida. O objetivo do trabalho terapêutico é fornecer estímulos externos tais como objetos, músicas, motes temáticos, falas motivacionais e organizá-los de modo a facilitarem o acesso a um conteúdo emocional que emerge a partir da vivência corporal ou da troca corporal com outrem. Toma-se como base princípios da Dançaterapia de Maria Fux, pelo seu histórico de inclusão das diferenças (as mais amplas possíveis) pela Dança, e acrescenta-se a ele a base filosófica védica na intenção de estruturar um roteiro temático para as experiências. Na oportunidade do CONGREPICS Natal escolheremos o tema “a lei do equilíbrio” na qual propomos um reconhecimento das polaridades existente em nosso corpo integral como parte de um contexto uno onde tudo coexiste, apesar da separatividade imposta pelos discursos cartesianos e platônicos do bem, do mal e do modelo ideal de homem.
Ministrante: Jefferson Arruda Damasceno
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 08 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes deverá estar vestidos confortavelmente

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 194

Ementa: A Psicologia Biodinâmica foi desenvolvida pela psicóloga e fisioterapeuta Gerda Boyesen. Teve influencias nas teorias e técnicas criadas por Wilhelm Reich, no campo da psicologia e Aadel Bulow-Hansen, no campo da fisioterapia. Nos anos 60 Boyesen trabalhou no Instituto de Fisioterapia Aadel Bulow-Hansen usando massagem para tratamento de distúrbios psicossomáticos e mentais e, a partir dessas duas vertentes desenvolveu a massagem biodinâmica, possibilitando uma síntese sobre a importância da descarga vegetativa (sistema nervoso autônomo), o papel da hipertonia e hipotonia da musculatura estriada nos processos psíquicos, a teoria da circulação do sangue na neurose, o psicopeuristaltismos, dentre outras. O objetivo desse trabalho é apresentar a Massagem Biodinâmica como instrumento terapêutico, cuja ação sobre o corpo ocasiona uma estimulação interna que permite o surgimento de afetos, imagens ou reações neurovegetativas. O tratamento com a massagem visa o relaxamento, permitindo a auto-regulação vegetativa do organismo, baseada na função de dissolução do estresse físico e emocional. Proponho uma oficina teórico-vivencial com demonstração de 1 (um) percurso da massagem biodinâmica (Lifting: to lift – suspender). Esse percurso tem a intenção de propiciar ao paciente o relaxamento através da entrega e abandono do peso do corpo. Faz referência à questão tônica de base pois o objetivo da massagem é ajudar o paciente a abandonar o estado hipotônico da contração. Na vivência será abordada a Intensão, Qualidade e Níveis de Toque. Serão apresentados os conceitos básicos, tais como: • Ciclo energético: tonificação e relaxamento; • Psicoperistaltismo e auto regulação; • Reflexo e sobressalto.
Ministrante: Amanda de Queiroz Arcanjo
Dia: 12/10/2017 Horário: 14h00 às 17h00 Local: Sala 09 - UFRN – ESCOLA DE SAÚDE SOLICITAÇÃO DO MINISTRANTE: Os participantes devem levar colchonete.

Carga Horária: 3h

Vagas Disponíveis: 185

Carga Horária: 4

Vagas Disponíveis: 200

Carga Horária: 04

Vagas Disponíveis: 45

TOP